INVISÍVEL
Temporada: De Fevereiro a Março
Sábados, às 21h; domingos, às 20h.
Teatro Renaissance (SP)

INVISÍVEL

O renomado autor Moisés Bittencourt traz para os palcos de São Paulo a impactante peça "INVISÍVEL", um monólogo que mergulha nas complexidades de um relacionamento abusivo entre dois homens interpretado por João Côrtes. A trama destaca a história de Eduardo, cuja vida é marcada por uma convivência dolorosa com seu parceiro, Michel.

Eduardo vive em silêncio, suportando violência física e psicológica, uma realidade que se agrava quando o casal decide morar junto. Após muito tempo sofrendo em silêncio, Eduardo toma a corajosa decisão de denunciar seu agressor, levando o caso às autoridades. No entanto, o descaso e o preconceito, que deveriam ser combatidos, criam uma barreira entre o grito de socorro e o medo de se expor, perpetuando a violência.

"Interpretar o papel de Eduardo é um desafio e é necessário. Abordarmos questões como a homofobia e a violência em relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo é crucial. Assim, 'INVISÍVEL' é um chamado à conscientização e empatia", comenta o ator João Côrtes, indicado ao Prêmio Fita 2023 como Melhor Ator do Ano.

A peça aborda temas urgentes e atuais, levantando questões como a vergonha e o medo de denunciar, a falta de apoio das autoridades e a fragilidade da vítima em relações tóxicas. "INVISÍVEL" não apenas denuncia, mas também convida o público a uma profunda reflexão sobre o comportamento humano nos dias de hoje.

"O teatro tem o poder único de sensibilizar e provocar mudanças, e essa peça é um grito de socorro contra a violência em relacionamentos, especialmente entre casais do mesmo sexo. Afinal, a arte desempenha um papel crucial no enfrentamento da violência em uma sociedade machista e preconceituosa", ressalta Bittencourt.

Sobre o ator

Com quase dez anos de uma carreira sólida e bem-sucedida como ator, tendo feito projetos nacionais e internacionais, protagonizado campanhas publicitárias de sucesso, 10 longa-metragens, novelas, curtas, séries para canais fechados (HBO, Sony, GNT) e abertos (Multishow, Globo), diversos espetáculos teatrais, João nos últimos três anos vem se solidificando como roteirista, diretor e produtor. 

Em 2018, escreveu o longa-metragem "Nas Mãos de Quem Me Leva", e em 2019 produziu e dirigiu o filme, de forma 100% independente. Ainda em 2019 escreveu o roteiro do curta-metragem LGBTQIA+ "Flush", o qual também estrelou como ator. Ambos os filmes foram multipremiados em festivais pelo mundo, incluindo prêmios de roteiro, direção e atuação. 

João segue desenvolvendo roteiros para todos os formatos de conteúdo dirigindo, produzindo, além de continuar trabalhando como ator.

Classificação etária: 16 anos / Duração: 65 minutos



FICHA TÉCNICA

Texto: MOISÉS BITTENCOURT

Direção e cenário: FERNANDO GOMES

Elenco: JOÃO CÔRTES

Direção de movimento e preparação de ator: ANA MAGDALENA

Figurino: CLARA GOMES 

Visagismo: MATHEUS PASTICCHI

Iluminação: PAULO CÉSAR MEDEIROS

Trilha sonora: MOISÉS BITTENCOURT

Músicas: ED CÔRTES

Design gráfico: RICO VILAROUCA

Direção de produção: RICARDO FERNANDES



Prezado cliente, 

- Não será permitida a entrada após o início do espetáculo, por favor chegue com antecedência;

- Efetuamos medidas de higienização antes da entrada do publico;

Com o intuito de atender nossos clientes da melhor maneira, em caso de dúvidas, pedimos para entrar em contato com a equipe do Teatro Renaissance no e-mail mariafernanda@cult.art.br